Atenção usuários do transporte escolar em Igatu

Democracia se constrói com diálogo e participação popular 

 

A Secretaria Municipal de Educação comunica a todos os usuários do transporte escolar de Igatu que a situação foi resolvida e, à partir da próxima segunda feira, todos os alunos da Vila continuarão tendo seu direito de estudar garantido.

O ônibus escolar atenderá dois turnos: pela manhã e pela noite; um veículo pequeno, locado na própria comunidade, transportará 4 alunos que permaneceram no vespertino.



Para se chegar a esta solução, todos os interessados participaram da resolução do problema. Denunciaram nas redes sociais, nos reunimos com a comunidade, todos cederam em alguns aspectos e aprendemos juntos como se constrói uma sociedade democrática e educada, na qual o poder público respeita e ouvi a população e a população, também, tem consciência dos seus direitos e deveres.

Espera-se que agora, no restante do ano letivo, todos os alunos envolvidos honrem este momento e sejam tão combativos e empolgados como foram para ter o direito de estudar. Estamos confiantes que todos se empenharão ao máximo para demonstrar que somente através da educação vamos estar de mãos dadas com o futuro.

Espera-se, também, que a comunidade de Igatu entenda que o transporte escolar é prioridade dos estudantes. Por isso, devido a quantidade de alunos que utilizarão o ônibus pela manhã, fica expressamente proibido dar carona no ônibus escolar.

Agradecemos a todos pela compreensão e empenho na solução do problema.

Agradecimento especial à Diretora da Escola Municipal Eurico Antunes, Nívia Maria Alves Santos Gomes, que acompanhou a ASCOM nas visitas às casas, participou da reunião, sugeriu e nos ajudou muito.


Entenda o caso

A Secretaria municipal de Educação encerrou o planejamento para o ano letivo de 2017 no dia 14 de fevereiro. Isto significa, dentre outras coisas, estabelecer roteiros e a logística do transporte escolar. Até este dia, só existiam 10 alunos matriculados no noturno. 8 da rede municipal e 2 da rede estadual.

No dia 20 de fevereiro, iniciaram-se as aulas com 10 alunos de Igatu matriculados no noturno. Logo nos primeiros dias, pais e responsáveis por 08 alunos matriculados no Colégio Municipal de Andaraí, procuraram a Secretária e solicitaram alteração do turno. Pedido que foi aceito, uma vez que depois desta alteração, surgiria a necessidade de transportar apenas dois alunos do estado à noite, questão que poderia ser facilmente resolvida já que o governo municipal dispõem de veículos que não rodam a noite.

Para nossa surpresa, quando passou o carnaval, recebemos uma nova lista de alunos matriculados no noturno do Colégio Estadual Edgar Silva. Nesta constavam 13 alunos: 8 regulares e mais 5 cursando dependência de matemática.

Esta nova lista é que gerou o problema. Devido às características da estrada, o ônibus escolar não tem condições de atender os três horários, pois ao conduzir de volta os alunos que estudam à tarde, chega à vila aproximadamente às 18h30, horário, no qual, já se iniciaram as aulas do noturno na sede. Portanto, descendo após o regresso da tarde, todos os alunos perderão sempre os primeiros horários.

O que fazer então?

Diante do impasse, a ASCOM Andaraí, cumprindo sua função de ampliar o diálogo entre o poder público e a sociedade, visitou a comunidade de Igatu e, em seguida, promoveu na Escola Eurico Antunes uma reunião na qual: pais, responsáveis e alunos foram colocadas a par da situação e das prováveis soluções.

Nesta reunião, que contou com a participação da - Secretária de Educação, Isa Dourado Bacelar; da diretora do CMA, Nayara Oliveira; da diretora do Colégio Edgar Silva, Rosimeire Fraga, e do seu vice, Welberton Rios - , ficou decidido que o ônibus seria retirado da tarde e que os alunos deste turno seriam redistribuídos pela manhã.

Além disto, ficou evidente a necessidade de um carro pequeno para conduzir 4 alunos que precisavam permanecer a tarde, pois devido a faixa etária, o pedagógico seria prejudicado, uma vez que pela manhã estes alunos de 15 e 16 anos seriam inseridos em classes, na quais os alunos têm em media 11 anos e são bem pequenos.

Estas decisões se concretizaram. Dos 8 alunos do vespertino, 4, os menores, foram transferidos para manhã e 4 permaneceram à tarde e serão conduzidos em um veículo pequeno, locado na própria comunidade.

Agradecemos a todos pela participação.

Convite seus amigos para serem amigo da Ascom Andaraí